Em que um atendimento psicológico é diferente de uma conversa com um(a) amigo(a)?


Conversar com amigos próximos, com quem possamos nos aprofundar, compartilhar sentimentos, pensamentos e histórias é fundamental. Manter relacionamentos funcionais baseados na confiança, na lealdade e no apoio mútuo nos fornece sentimento de pertença e de sermos amados. E isso é muito importante quando pensamos numa vida com significado e bem-estar.
.

A relação que se estabelece com os amigos é muito diferente de uma relação terapêutica.

Com os amigos existe um outro tipo de vínculo, de ligação. O amigo te ouve, dá conselho, ri e chora com você, toma as suas dores, às vezes te julga, às vezes vocês se desentendem, vão às compras, viajam juntos, saem com outras pessoas, se encontram quando querem ou quando é possível, você afeta a vida dele e ele a sua num grande nível de profundidade. Comumente, ele vai opinar sobre as suas questões de maneira parcial não só pelo envolvimento que tem com você, mas também porque o olhar que ele possui é baseado em suas próprias experiências de vida, valores, julgamentos que não passam pelo filtro da conduta técnica.

O psicólogo é um profissional que vai lhe prestar um serviço. Vocês se encontrarão sempre em um local pré-determinado, num horário agendado e o conteúdo a ser exposto pode vir sem censura, uma vez que a relação psicoterapeuta-cliente é sigilosa e o profissional não tem uma mirada de julgamento para seu discurso. O pagamento de honorários também sela essa aliança terapêutica.
.
A escuta dele também é diferenciada justamente porque possui teorias que a fundamentam e o capacitam para analisar o que é dito, o que não é falado, de que forma você constrói seu discurso, como vão ocorrendo suas associações de ideias, quais os temas mais trazidos para as sessões, a forma como as suas defesas se estruturam, seus medos, desejos, entre outros detalhes.


De mesmo modo, a interação acontece de maneira específica porque decorre do conjunto de técnicas das quais ele se utiliza - saber o momento de falar, de calar, lançar mão de recursos para potencializar o processo. O psicólogo não vai te dar conselhos. Também não vai fornecer respostas prontas ou dizer o que ele faria no seu lugar. E ainda não vai ficar contando detalhes de casos da vida dele para você se sentir melhor com o que lhe aconteceu.
;

Amigos e Psicoterapeuta ocupam lugares diferentes. Assumem papéis diferentes. Um não exclui a função do outro. Pelo contrário: eles te trazem oportunidades distintas de conexão e um maior aprendizado sobre si mesmo.

Imagem: fonte1  fonte2



Priscila Provedel © Copyright - 2012. Todos os direitos reservados. Layout criado por Gabi Layouts